Tem mofo no teto do banheiro? aprenda a limpá-lo! Se as manchas escuras não forem causadas por infiltração ou vazamento, é fácil resolvê-las. Quer ver como?

É uma situação comum: a gente dá duro para manter o banheiro limpinho e cheiroso, mas, de
repente, percebe manchas escuras no teto. Argh! Elas são resultado de mofo ou bolor, fungos
microscópicos que se desenvolvem em ambientes quentes, úmidos, com pouca iluminação e
mal ventilados. Mas também podem indicar problemas graves – porém, deixemos para falar
sobre isso no fim deste post.

Antes, a boa notícia: não é tão difícil assim se livrar das manchas! Como a segurança vem em
primeiro lugar, use luvas, máscara, óculos de proteção e uma escada para alcançar o teto. Nem
pense em apelar para um banquinho, hein? Aplique água sanitária, vinagre ou uma solução de
água com cloro (proporção de 10 partes para 1) nas manchas, esfregando com uma escova
áspera ou de cerdas duras. Deixe agir por alguns minutos e, se necessário, repita a operação.
Depois, lave com água e seque muito bem.

Se perceber que as manchas clarearam mas a pintura ficou meio marcada, o melhor é lixar
tudo e cobrir com novas demãos. Nesse caso, vale a pena optar por uma tinta antimofo,
oferecida por várias marcas sob a promessa de diminuir a incidência do bolor.

Feito isso, basta cuidar da manutenção: após o banho, mantenha a porta e a janela do
banheiro abertas para o ar circular e dissipar o vapor. Seque o teto com um pano e, também
para prevenir-se de novas manchas, não deixe a toalha molhada pendurada no cômodo. Você
pode, ainda, colocar um desumidificador no ambiente – e nem precisa gastar muito, porque eu
já ensinei aqui a fabricar um modelo caseiro.

Agora, voltando ao alerta no início deste texto, se mesmo depois de fazer tudo isso as
manchas persistirem, talvez haja um vazamento ou infiltração. E aí você vai precisar da ajuda
de um profissional especializado, que irá avaliar o cenário e propor a solução mais adequada.
Vale lembrar que problemas desse tipo são sérios e podem até resultar em danos estruturais
ao imóvel.

Conclusão: ficar de olho nessas manchas não é só questão de estética, mas também de
segurança.

Beijos,

Mica ♥

 

Deixe seu comentário