Ah, se esse sofá falasse… Ele contaria sobre o suco que derramou, os farelos de bolacha, os dedinhos melados... Mas, limpando do jeito certo, tudo isso acontece e o estofado segue inabalado

0

Assim como não dá para trocar de sofá uma vez por ano, também não dá para mandar lavá-lo
toda hora em lavanderias especializadas. Então o melhor é gastar um tempinho na
manutenção semanal e, sempre que cair alguma coisa, limpar de imediato.

Aqui eu indico receitas para diferentes situações, todas testadas e aprovadas. Mas fica um
alerta: antes de mandar ver em qualquer uma delas, faça um teste em uma área pequena e
menos visível do estofado e observe se o tecido aceita bem o tratamento.

Outros cuidados fundamentais: sempre que derramar alguma coisa no sofá, primeiro remova
com uma colher a parte mais densa – é o caso de um molho de tomate, por exemplo. Se for
um líquido ralo, use papel toalha para absorvê-lo. Depois evite espalhar a mancha durante a
limpeza e enxague bem para eliminar o produto utilizado. Resíduos de detergente e
companhia podem acabar provocando outras manchas no seu móvel.

LIMPEZA DO DIA A DIA

Uma vez por semana, passe o aspirador de pó para tirar poeira, cabelo e outras sujeirinhas. Se
não tiver um, escove o estofado com uma escova de cerdas macias, sempre no sentido do
tecido. Aquele negócio de só bater a mão não resolve nada, tá?
Em seguida, use um pano levemente umedecido em álcool para dar uma esfregadinha nos
pontos de maior contato: braços do sofá, trecho onde as pernas se apoiam e encosto.

SUJEIRA LEVE

Se notar que o tecido está um pouco sujo, misture 250 ml de vinagre branco em 1 litro de água
morna e aplique essa solução com um pano macio. Caso a sujeira persista, repita o processo,
mas usando uma esponja macia. Depois passe um pano seco para remover o excesso de
líquido e mantenha o estofado secando à sombra.

MANCHAS DE GORDURA

Mais uma vez o vinagre é o melhor aliado. Dilua 100 ml de vinagre branco em 1 litro de água
morna e borrife essa mistura nas manchas. Passe uma escova macia no sentido do tecido e
espere a solução agir por 10 minutos. Depois disso, passe um pano úmido e, então, um pano
seco. Deixe o estofado secar longe do sol.

MANCHAS DE CANETA

Em tecidos. Estas manchas são mais difíceis, principalmente se a gente não dá atenção na
hora. A receita para eliminá-las pede a diluição de 1 colher de sopa de detergente neutro e de
2 colheres de chá de vinagre branco em 1 xícara de água. Com um pano limpo, aplique essa
solução nos riscos, esfregando com cuidado para que a mancha não se espalhe. Depois de 10
minutos, enxágue com um pano úmido e, em seguida, passe um pano seco. Mais uma vez,
aguarde a secagem do sofá em local ventilado e longe do sol.

Em couro natural ou sintético. Existem várias receitas para tentar resolver o problema – e usei
o verbo “tentar” de propósito, porque riscos de caneta são de fato persistentes em estofados
de couro e de material vinílico. Entre as dicas que já testei, destaco duas.

A mais suave é a mistura de um pouquinho de detergente neutro em água e a aplicação com
um pano limpo. Na sequência, use um pano úmido para eliminar o produto e um pano seco
para enxugar o tecido. De nada adianta exagerar na dose do detergente porque depois você
acabará molhando demais o estofado na tentativa de remover o produto.

Para riscos mais fortes, eu costumo passar uma barra de sabão de coco no local e então
esfrego com um pano úmido. Depois uso outro pano úmido e limpo para eliminar o sabão e,
por fim, um pano seco. E deixo o sofá secar naturalmente.

E você? Tem outra receita infalível para limpar o sofá? Conta pra mim!

Beijos,

Mica ♥