O banheiro ideal para os gatos Higiênicos como são, eles gostam de caixas de areia limpíssimas. Se fazem suas necessidades fora do lugar, algo não vai bem

Eu já falei isso antes e agora vou mais fundo no assunto:
gatos não gostam de ver seu próprio banheiro sujo. Assim como nós damos descarga após usar
o vaso sanitário, eles costumam enterrar suas fezes. Então não adianta colocar uma camada
fininha de areia na caixa – ela precisa ter pelo menos uns 5 cm de altura.

Diferentemente dos cachorros, gatos não tendem a fazer suas necessidades por aí, pois usar a
areia é parte de seus hábitos instintivos. Portanto, se seu mascote estiver se aliviando onde
não deve, é sinal de que a caixa de areia deve estar suja ou de que ele está com algum
problema de saúde ou estresse: quanto mais inseguro o gato se sente, maior a chance de sair
marcando o território (veja como limpar aqui).

“O lugar onde fica a caixa de areia também influencia: se for de difícil acesso ou muito
barulhento, o gato pode rejeitá-la”, explica a educadora felina e canina Yoana Bustinza.
Também não é confortável para o bichano usar o banheiro perto de onde come ou bebe água
– compreensível, né?
Para prevenir-se do cheiro de urina espalhado pela casa, você pode investir naquelas caixas de
areia que são fechadas por uma porta basculante, parecendo uma casinha. Não são baratas,
mas realmente diminuem o odor no ar. Sem falar que esse é um item para comprar uma única
vez. Mas lembre-se de que a caixa precisa ser grande o suficiente para o seu pet poder dar
uma circuladinha dentro dela.

Enquanto há gatos que aceitam compartilhar o banheiro, outros exigem instalações exclusivas.
Se existirem vários animais na casa e eles se encaixarem no primeiro perfil, planeje no mínimo
uma caixa por dupla; no segundo caso, é melhor calcular até 1,5 caixa por bichano.
E dê atenção à qualidade da areia. Ela está disponível em vários tipos e quem tem gato há
bastante tempo sabe que o bichano às vezes pode não se acostumar a essa ou àquela, por
causa do tamanho do grãozinho. Salvo essa questão, o que de fato importa é que o produto
escolhido absorva bem a urina e transforme-a em torrões que são retirados com facilidade ao
menos uma vez por dia – as fezes pedem frequência igual.

Para amenizar o cheiro e formar torrões ainda mais firmes, tem gente que mistura à areia um
pouco de farinha de mandioca ou de bicarbonato de sódio – no segundo caso, todo cuidado é
pouco, porque uma dose elevada de bicarbonato pode ser tóxica para os gatos. Por isso eu
aconselho uma conversa com o veterinário antes de tomar qualquer decisão nesse sentido.
Ter um bichano e manter o banheiro dele em dia dá trabalho? Dá, e bastante. Mas só assim
para sua casa não ficar com cheiro de xixi de gato.

Beijos,

Mica

 

Deixe seu comentário