Como cuidar dos seus livros Mantê-los longe da luz é o primeiro passo para preservá-los por mais tempo. Mas também é preciso tirar o pó, deixá-los arejar...

Livros são uma de nossas maiores fontes de cultura e conhecimento e, para que possam ser
lidos e apreciados por mais pessoas, precisam ser mantidos em bom estado. Bonitos como são,
ainda ajudam a compor a decoração da casa.

Não importa se a sua biblioteca cabe em uma prateleira ou pede uma grande estante: ela
precisa ficar em um local arejado, livre de umidade e sem incidência direta da luz do sol, que
pode desbotar e entortar as capas, além de escurecer as folhas.

Por sinal, sabe aquele tom amarelado que as páginas adquirem com o tempo? Infelizmente,
isso não pode ser evitado nem revertido, pois o amarelecimento é resultado da oxidação, ou
seja, uma reação do papel com o oxigênio. A boa notícia é que as técnicas mais modernas de
produção de papel conseguem remover dele as substâncias que o deixariam mais suscetível a
esse processo natural. Assim, seus livros novos vão demorar bastante para ficar com aquele
aspecto de antiguidade.

 

Não é aconselhável que os livros fiquem na horizontal, mas, se eles forem altos demais, tudo
bem, mantenha-os assim deitadinhos, mas sem empilhar mais que três ou quatro, pois o peso
pode danificar os que ficarem embaixo.

O ideal é manter os volumes na vertical, com as lombadas para frente, deixando uns 7 cm de
folga entre eles e a parede ou o fundo da estante – tudo para que o ar possa circular. Essa é a
mesma razão para não apertá-los demais na prateleira, sem contar que, se estiverem
espremidos, vai ser difícil retirar o livro que deseja. Aliás, se não quiser estragar a
encadernação, nunca puxe o livro pela parte de cima: empurre os dois que estiverem ao lado
e, então, pegue o escolhido pelo meio da lombada.

Agora, se a capa ou algumas folhas se soltarem, você pode resolver o problema seguindo as
instruções reunidas no caderno Pequenos reparos em material bibliográfico, produzido pelo
Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas de São Paulo. Para acessar a versão digital, basta
clicar aqui.

Na hora da faxina, reserve um tempo à biblioteca, passando o aspirador regularmente para
remover toda a poeira que se acumula sobre os livros. E, a cada seis meses, é importante dar
uma geral neles: abra um por um e os folheie, para que possam respirar e também para
verificar se não há traças, brocas, cupins ou qualquer outra praga. Se houver, isole o volume
atingido dos demais (na próxima semana, eu te conto como eliminar esses insetos
indesejados).

Caso você esteja entre os que gostam de encapar os livros, esqueça os materiais adesivos,
como papéis autocolantes e fitas do tipo durex – com o tempo, a cola vai se soltar, deixando
manchas. Use apenas papel, dobrando-o para dentro das capas.

Beijos,

Mica <3

 

Deixe seu comentário