A hora certa de lavar itens de cama, mesa e banho Quer saber qual é a frequência ideal para a lavagem de toalhas, lençóis, cobertores, panos de prato e afins? Este post vai acabar com as suas dúvidas!

De quanto em quanto tempo você troca a toalha usada por uma limpa? E o lençol, o pano de
prato, o tapetinho do banheiro? Quem convive comigo sabe que eu faço questão de lavar
esses e outros itens de cama, mesa e banho com bastante frequência. E garanto que minha
atitude está bem longe de ser frescura ou simples “mania de limpeza”: é questão de saúde!

Então, bora bater um papo sobre os seres microscópicos que habitam essas peças e conferir
quando é hora de levá-las ao tanque ou à máquina de lavar? Prometo que a ideia não é
exagerar na dose e acabar desgastando os tecidos, muito menos desperdiçar água e outros
recursos. Vamos manter um olho na higiene e outro na consciência.

BANHEIRO

Toalha de banho: a cada três dias

Começo pela informação que considero mais impactante: a toalha de banho, aquela delícia
felpuda que passamos em todo o corpo quando acabamos de nos lavar, costuma ser um
verdadeiro caldinho de fungos, vírus e bactérias. Parece estranho, mas é a mais pura verdade.

Isso porque ela não absorve apenas água, mas também uma longa lista de coisas que não
enxergamos, como pele morta e secreções corporais de todos os tipos.

O pior é que os agentes transmissores de doenças se desenvolvem que é uma beleza na
umidade. Aí, já viu… enquanto a toalha não seca completamente, eles deitam e rolam.

Eu já ouvi um microbiologista dizer que a toalha deve ser substituída dia sim, dia não. Também
já vi a sugestão de utilizá-la no máximo três vezes. Aí, depende de quantos banhos se toma por
dia, né? E depende também de que a toalha seque 100% entre um uso e outro, pois enquanto
houver uma gotinha de água nela, a balada dos micróbios segue a todo vapor. Por isso, se o
seu banheiro for pouco ventilado, leve a toalha para secar no varal da área de serviço ou em
outro ambiente arejado.

Garantindo a secagem completa entre os banhos, eu acredito que a troca a cada três dias seja
uma boa medida, também considerando a necessidade real de economizar água.

Toalha de mãos e rosto: todos os dias

As toalhas que atendem à pia pedem atenção especial. Em geral utilizadas por mais de uma
pessoa, muitas vezes servem de veículo para doenças infectocontagiosas, como gripe e
conjuntivite.

Claro que pode acontecer de só uma pessoa usar o banheiro e, nesse caso, eu sugiro lavar a
toalhinha a cada três dias, seguindo o ritmo da toalha de banho.

Em todas as outras situações, o melhor é mandá-la para o cesto de roupa suja diariamente. E
digo mais: se houver hóspedes ou convidados em casa, considere deixar nas imediações da pia
um cesto com pelo menos três exemplares limpos.

Tapete do banheiro: semanalmente

O banheiro deve ser limpo toda semana, não é mesmo? Pois aproveite o dia da faxina para
substituir a peça suja por outra bem limpinha.

QUARTO

Roupa de cama: toda semana

Confesso que, não fosse a minha consciência ambiental, eu faria questão de lavar fronhas e
lençóis pelo menos duas vezes por semana. Sabe por quê? Porque há estimativas de que
perdemos cerca de 1 litro de suor e milhares de células todas as noites. Sem falar nos ácaros
que se alimentam disso tudo.

Os microbiologistas pegam leve em relação à substituição da roupa de cama, garantindo que
uma vez por semana é suficiente. Sigo a recomendação, mas me encho de alívio e alegria
quando chega o dia da troca!

Cobertores e edredons: duas vezes por ano

É indispensável usar o lençol de cima para evitar que cobertores e edredons tenham contato
direto com o nosso corpo. Do contrário, eles precisariam ser lavados toda semana – já pensou
na trabalheira?

Para a nossa sorte, a proteção do lençol possibilita que esses itens pesados sejam levados à
máquina (em casa ou na lavanderia) apenas duas vezes por ano, sendo o momento mais
importante justamente o fim do inverno. Assim eles podem ser guardados limpinhos e passam
o verão livres da companhia de ácaros e fungos.

Mantas e colchas: mensalmente

Elas também são usadas sobre o lençol, mas, como são mais leves que cobertores, podem ser
lavadas com mais frequência, uma vez ao mês.

COZINHA

Pano de prato: a cada dois dias

Uma boa prática é ter sempre dois exemplares na ativa: um exclusivamente para enxugar a
louça e outro para secar as mãos. Assim, a substituição pode acontecer a cada dois dias, caso o
uso da cozinha seja moderado. Agora, se você cozinha pra dedéu, não tem jeito, não: a
recomendação é trocar os panos de prato diariamente.

Toalha de mesa: semanalmente

Se ela e os jogos americanos de tecido resistirem uma semana inteira sem manchas nem
acidentes, maravilha! Basta sacudi-los todos os dias e trocá-los uma vez por semana.

Tapete da cozinha: semanalmente

Como ele costuma ficar junto da pia, recebe tudo quanto é tipo de “arremessos”: água e
espuma que espirram quando se lava a louça, terrinha que vem nas verduras, farelo de pão
etc. Só por isso já são muitos os motivos para lavar a passadeira uma vez por semana.

Mas, mesmo que na aparência esteja tudo bem com ela, lembre-se de que os micróbios são o
quê? Invisíveis, minha gente! E em um ambiente tão delicado e sujeito a contaminações como
a cozinha, não vale a pena bobear na higiene, não é mesmo?

Até o próximo post!

Beijos,
Micaela

Deixe seu comentário