5 itens para não deixar no banheiro ou dentro do boxe

Os remédios encabeçam a lista, mas outros produtos também sofrem com a variação de temperatura e a umidade do banho

Pode parecer irônico, mas nem tudo o que a gente usa no banheiro deve ser guardado no banheiro – ou, na melhor das hipóteses, na área do boxe. O principal culpado por essa discrepância é o chuveiro, ou melhor, o vapor que ele joga no ar. A umidade coloca em risco de medicamentos a lâminas de barbear e contribui, ainda, para que bactérias e fungos se proliferem em buchas, toalhas etc. Se o banheiro for mal ventilado então…

  1. Remédios
    Nada prejudica mais a integridade dos medicamentos do que a umidade, o calor e a luz direta. Isso explica porque nem o banheiro, nem a cozinha são lugar de guardar esses produtos. O melhor é mantê-los em uma caixa dentro do guarda-roupa ou em um móvel fechado da sala. Para outras dicas sobre a organização de remédios na casa, confira este post.
  2. Esponjas e escovas de banho
    Elas limpam e esfoliam a pele. Como consequência, ficam repletas de sujeira e de células mortas. Some-se a elas a umidade e você terá uma colônia de bactérias crescendo firme e forte dentro do boxe. Quer evitar o problema, mas não abre mão de buchas, esponjas ou escovas? Então lave muito bem esses acessórios após cada banho, seque-os completamente e pendure-os em um ambiente arejado (como a lavanderia) até o próximo uso.
  3. Toalhas
    É um conforto abrir o gabinete sob a pia e encontrar toalhas limpas. Porém, só guarde-as no banheiro se ele for muito ventilado. Do contrário, elas podem absorver a umidade que fica no ar. Quanto às toalhas em uso, pendure-as no varal para que sequem completamente antes do próximo banho.
  4. Lâminas de barbear
    O risco é que elas enferrujem, razão pela qual o estoque de lâminas deve ser mantido na despensa ou no guarda-roupa, por exemplo. “Mas o que eu faço com a lâmina que estou usando, Micaela?” Meu conselho é secá-la após cada uso e guardá-la em um potinho sobre a pia ou dentro do gabinete.
  5. Escovas de dente
    Quem higieniza os dentes durante o banho muitas vezes acaba deixando a escova ali mesmo, junto do chuveiro. Péssima escolha. Assim como as esponjas e buchas, a escova de dente por si só já acumula micro-organismos, situação que só piora quando permanece em contato com o vapor. Como não existe unanimidade entre os dentistas sobre conservar o utensílio dentro ou fora do gabinete, fique com as recomendações comuns a todos: nunca deixe sua escova molhada e guarde-a fora do boxe, na posição vertical, com as cerdas para cima. Saiba mais sobre a higiene de escovas de dente neste post.

Sempre é hora de mudar hábitos, não? Então, vamos lá!
Beijo Mica <3

Deixe seu comentário