Onde mora a beleza

0

Maquiagem, pinceis, esmaltes, cremes, secadores de cabelo e por aí vai. Se não faltam apetrechos de beleza, tem de haver organização de sobra

Quem se contenta com um ou dois batons, um lápis de olho, um creminho pro dia e outro pra noite guarda tudo em um nécessaire e pronto. Mas o que acontece quando os produtos de beleza somam dezenas e dezenas de exemplares?

Você sabe o que eu penso sobre o acúmulo: se há coisas demais, parte delas a gente nem sabe que existe. Pior: muitas devem estar vencidas. Então, antes de definir como vai organizar a bagunça, eu sugiro que coloque em prática o método dos baldes.

É fácil! Em um balde vermelho, descarte o que é lixo. Em um amarelo, centralize aquilo que pode ser doado. Finalmente, coloque no balde verde tudo o que você usa e vai manter.

Agora, sim, dá para ter uma ideia real do que há para ser guardado. E aí você pode pensar em como fazê-lo, conforme o espaço de que dispõe. E não é que tudo precise ficar reunido no mesmo lugar. O importante é separar por categorias, pensando, ainda, em onde e em que momento você usa cada coisa.

Caso disponha de uma penteadeira no quarto, maravilha! Nada melhor que juntar ali perfumes, maquiagem, cremes e loções para o rosto, cosméticos para o cabelo e o kit de manicure. Já os produtos destinados ao banho devem ficar no chuveiro, claro.

Mas se a penteadeira for apenas um sonho distante e a realidade for um quarto e um banheiro pequenos, não se desespere: há jeito pra tudo na vida! As fotos que selecionei para este post são a prova disso. Elas mostram, por exemplo, como aproveitar um cantinho vizinho ao espelho com prateleiras. Ou a lateral do gabinete com um cestinho e o verso da porta com ganchos. E nesses suportes você organiza tudo da forma mais prática para a sua rotina.

Quer ver como dá certo? Eu comento um pouco cada ideia.

Painel magnético para um kit compacto

Que tal pendurar um quadro no banheiro ou no quarto? Um quadro decorativo que é funcional, mas também acaba valorizando a decoração. Você pode montar o seu pintando o fundo de uma moldura com tinta magnética, por exemplo. Ou pode comprar um painel metálico pronto.

Aí é só colar pequenos ímãs na base de estojinhos de sombra, blush e pó compacto. Em batons, lápis e esmaltes, melhor aplicar os ímãs na lateral dos itens. Reserve um espaço para cestinhos – bem leves – e preencha-os com pinceis e outras miudezas.

Nada mais versátil que uma sapateira plástica

Pendurada na parede ou atrás da porta do banheiro, ela será igualmente útil. Apesar de existirem lindas sapateiras coloridas, as transparentes ganham em praticidade, pois permitem ver o que está acondicionado. A minha dica é não misturar itens de diferentes categorias em cada bolso. Assim, os batons ficam juntos – mesmo que em mais de uma divisória –, bem como os esmaltes, os blushes, as loções de limpeza etc.

Para cada função, um espaço determinado

Preciso explicar?! 😊 Os produtos ficam tão bem organizados neste suporte que dá gosto olhar! Caso não encontre um modelo igual, reproduza a ideia fixando três pequenas prateleiras ao lado do espelho. Ou deixe três caixinhas sobre a bancada da pia. Ou com um gaveteiro como o da foto. O que importa é manter separados os itens de cabelo, de cuidados com a pele e de maquiagem.

Parece uma cômoda em miniatura

Organizadores de acrílico e com gavetinhas existem em diversas configurações, mas eu acho este um tamanho na medida. Uma forma eficiente de arrumá-lo é concentrar os cremes em uma divisória; todos os cosméticos para olhos em outra; os de rosto em uma terceira; e batons e glosses na última. Na parte de cima, vão os itens maiorzinhos e aqueles usados a todo momento. Se precisar, reúna bisnagas e potes altos em latas charmosas e copinhos, como na foto.

Cada um no seu quadrado, dentro da gaveta

Foto: Reprodução Good House Keeping

Se puder reservar parte do gabinete da pia para seu kit de beleza, saiba que existem organizadores para gavetas. Eu gosto muito dos que oferecem tamanhos variados de nichos e são empilháveis. Assim eles se adaptam melhor ao espaço que a gente tem.

Identificação por cores

Foto: Reprodução Blue I Style

Quem tem um monte de esmaltes pode reuni-los em uma caixa e, ainda assim, visualizar todos os tons de uma só vez. É só pingar uma gotinha de cada esmalte na própria tampa. E, claro, deixar os azuis com os azuis, os vermelhos com os vermelhos, os nudes com os nudes…

Secadores, chapinhas e cia

Não adianta querer deixar esses equipamentos no fundo de um armário ou em lugares praticamente inacessíveis. Eles precisam ficar à mão e no ambiente onde são usados. Como nas duas situações ilustradas acima.

Caso haja espaço na lateral do armário sob a pia, a sugestão é pendurar ali um arquivo de tela metálica – daqueles de escritório mesmo – e guardar nele o secador, a chapinha e o babyliss. Se não for possível, tente o verso da porta do gabinete, valendo-se de ganchos fixados com fita adesiva forte.

Colocando essas ideias em prática, não é só você que fica linda: sua casa também!

Beijo

Eles não gostam de geladeira! Você sabia que o frio é o inimigo número 1 da cebola, do alho e da batata? Além desses, outros itens do hortifrúti preferem a fruteira ao refrigerador!

1

Guardar ou não guardar na geladeira – eis a questão! Estamos tão acostumados com a ideia de
que os alimentos se conservam por mais tempo no friozinho que, às vezes, exageramos na
dose e levamos para a geladeira frutas e legumes que viveriam felizes e contentes na fruteira.

O pior é que essa atitude pode ter o efeito contrário do esperado: alguns vegetais, pasmem,
acabam se estragando mais rápido e outros se tornam menos suculentos e saborosos. Muitas
vezes nem nos damos conta disso, consumindo frutas e legumes de qualidade abaixo do
esperado, só porque ainda parecem bonitos.
Então, chega de dúvidas, mal-entendidos e desperdício. Os calorentos da feira livre são os
seguintes:

Frutas ainda verdes
Essa é fácil, né? Frutas verdes ainda estão no comecinho da vida, portanto, mantê-las na
geladeira é desnecessário. Há quem use o refrigerador justamente para retardar o processo de
maturação, mas, nesse caso, vale lembrar que o item vai dar aquela ressecadinha básica
enquanto amadurece. E não se esqueça de que tomate é fruta, hein? Ou seja, o lugar dos
verdinhos é na fruteira, sim.

Frutas de casca grossa no ponto
Na dúvida entre a fruteira e a geladeira, observe a espessura da casca. “Quanto mais grossa for, mais resistente será a fruta e mais tempo ela levará para apodrecer se não tiver traumas”, ensina a nutricionista Vivian Zollar, da Qualy Food, assessoria em nutrição e segurança alimentar.

Sendo assim, banana, melão, melancia, laranja, abacaxi e abacate, por exemplo, podem ficar
fora da geladeira mesmo quando maduros. Apesar de não ter a casca tão grossa assim, a maçã
é das mais resistentes, podendo tranquilamente fazer companhia a essa turma.

Imagem: Cristiane Silva

Batata & cia
A explicação é científica e não deixa margem para dúvidas: em temperaturas muito baixas,
como a do refrigerador, o amido dos tubérculos é transformado em açúcar – além de ficarem
doces (e nem um pouco saborosos), as batatas de todos os tipos se deterioram com muita
velocidade. O correto armazenamento é feito em local fresco, seco e escuro, como um saco de
papel pardo ou um cesto com tampa, porém ventilado.

Cebola e alho
A duplinha de temperos mais amada do Brasil também sofre com a transformação do amido
em açúcar quando exposta ao frio intenso, e o resultado é um miolo molenga e estragado num
piscar de olhos. Assim como a batata, alho e cebola devem ser guardados em local fresco, seco
e escuro, mas nunca junto com as primeiras: o gás que cada um deles libera acelera o
apodrecimento do outro.

Ervas frescas
Saiba que elas podem decorar e perfumar o ambiente enquanto esperam a hora de ir à panela.
Depois de bem lavados e secos, talos de salsa, sálvia, tomilho, orégano alecrim, manjericão e
outras ervas duram até duas semanas em copos com água. “É preciso trocar a água com
frequência, portanto, só se arrisque se estiver com tempo livre”, alerta Vivian.

E aí, lição aprendida? Já prevejo alguém dizer: “Parece que sim, Mica, mas que tal facilitar a
nossa vida e detalhar também a listinha dos vegetais que devem ser guardados na geladeira
sem choro nem vela?”. Claro! Esse será o assunto do nosso próximo post, combinado?

Beijos,

Mica <3

SalvarSalvar

SalvarSalvar

SalvarSalvar

SalvarSalvar

Área de serviço: a funcionalidade manda aqui Armários de todos os tamanhos, prateleiras, cabideiros e suportes colocam ordem nesse ambiente tão essencial!

0

Nem pense em justificar a bagunça na área de serviço alegando que ela é muito pequena. Quanto menor ela for, mais organização pedirá. Quer ver como eu tenho razão? É só observar o ambiente das fotos. Sabe quanto ele mede? Apenas 1,40 x 1,40 m! E passou com nota 10 nos meus critérios de organização, por isso eu estou usando este projeto da arquiteta Elen Saravalli como exemplo do que você pode fazer na sua própria casa.

Para ter um mínimo de bancada de trabalho, foi escolhida uma máquina de lavar e secar com abertura frontal, que libera a área acima do equipamento. Todos os cantinhos foram aproveitados com marcenaria, o que ajuda demais na organização, até mesmo quando o compartimento é bem compacto – caso da gaveta entre o tanque e a máquina (na foto superior). Afinal, nós temos coisas de diferentes tamanhos para guardar, não é mesmo? Você reparou que até o trecho sob o tanque foi ocupado com um gavetão (foto abaixo)?

Fotos: Júlia Ribeiro

Já no armário superior podem ser mantidos baldes e outros materiais. Abaixo dele, uma barra metálica serve para pendurar cabides usados em dois momentos: durante a secagem de camisas e para pendurar peças recém-passadas.

Itens grandes, como vassouras, rodo, aspirador de pó e tábua de passar roupa ficam longe dos olhos, dentro de um armário estreito e alto que se encaixou entre o tanque e a divisória de vidro que dá para a cozinha.

Caso não seja possível investir em marcenaria sob medida, lance mão de acessórios que você compra prontos. Prateleiras (com e sem varão), suportes (um para vassouras e outro para ferro e tábua de passar roupa) e cestos de diferentes tamanhos (para organizar produtos e panos) dão conta do recado. Seus utensílios permanecerão à vista, mas cada um no próprio lugar.

Combinado? Quero só ver como vai ficar a sua área de serviço, hein?

Beijos,
Mica ♥