Lâmpadas fluorescentes e termômetros: o que fazer quando eles quebram? Conheça todos os cuidados que você precisa tomar para não sofrer intoxicação por mercúrio.

0
lâmpada fluorescentes quebradas

Podem ser apenas umas gotículas de mercúrio, mas não se deixe enganar: mesmo em quantidades mínimas, esse metal é muito perigoso. Recentemente você viu aqui uma série de problemas de saúde causados pelo mercúrio que vai dentro das lâmpadas fluorescentes. Pois saiba que ele também está presente em boa parte dos termômetros de uso doméstico.

É por isso que, quando esses produtos se quebram, a gente precisa seguir um passo a passo de procedimentos para garantir a nossa própria segurança e a de todo mundo. Vamos ver quais são?

  1. Retire crianças e animais do ambiente.
  2. Feche portas e janelas para evitar que o vento espalhe o mercúrio.
  3. Permaneça fora do ambiente por uns 15 minutos e então retorne vestindo máscara cirúrgica e luvas.
  4. Se tiver uma seringa, sem agulha, use-a para recolher o mercúrio, já que em temperatura ambiente ele é líquido. Na falta da seringa, use um papel firme – como o papel cartão. Com uma fita adesiva você elimina as gotículas restantes.
  5. Disponha o mercúrio em um potinho plástico com água para evitar a evaporação do metal. Lacre o potinho.
  6. Retire os cacos com todo o cuidado, colocando-os em um saco plástico grosso.
  7. Utilize fita adesiva ou papel toalha umedecido para recolher os pedacinhos menores e o pó de vidro. Descarte-os no mesmo saco plástico e lacre. 
  8. Utilize água sanitária e água para limpar bem o local.
  9. Se a lâmpada ou o termômetro tiver se quebrado sobre uma roupa ou qualquer outra peça que tenha contato direto com a pele, você precisará se desfazer desse item, colocando-o em outro saco plástico bem fechado. Atenção: não adianta nada lavar a roupa.
  10. Todo os acessórios que tiverem entrado em contato com o mercúrio devem ser reunidos em um saco plástico: panos de limpeza, luvas, máscara etc.
  11. Lave bem as mãos com sabão neutro e água corrente.
  12. Pote e sacos com os resíduos devem ser etiquetados, informando que o conteúdo é tóxico e inclui mercúrio.
  13. Deixe o ambiente ventilar por pelo menos 24 horas.
  14. Leve essas embalagens até um posto de coleta especializada. Você encontra o endereço mais próximo no site do eCycle.

Não use

Aspirador de pó nem vassoura para recolher os cacos de vidro, pois você contaminará seus utensílios. O mesmo acontece se utilizar a lavadora de roupas para tentar eliminar – sempre sem sucesso – o mercúrio de roupas e panos.

Agora que você já sabe o que fazer em caso de uma lâmpada fluorescente ou um termômetro se quebrar, compartilhe essas orientações com a sua família e os amigos.

Beijos,
Mica ♥

Como fazer o descarte de lâmpadas? Lâmpada não combina com lixo comum, quando ela queima ou quebra, entregue-a em postos de coleta especializada.

1
lampadas

A gente já aprendeu o lugar certo de descarte dos remédios, então, no post de hoje, eu ensino os cuidados que você deve ter ao descartar as lâmpadas em casa. Vem comigo!

Provocar cortes em quem as manuseia é só um dos problemas que as lâmpadas oferecem quando são jogadas no lixo comum. Se forem do tipo fluorescente, ainda existe o risco de contaminação por mercúrio e chumbo. Metais tóxicos que vão no interior desses produtos.

Inalado ou em contato com a pele, o mercúrio pode causar muito mal. São tremores, náuseas, dores de cabeça, delírios, perda de reflexos, coceira, vermelhidão e outros sintomas. Se for ingerido, pode levar a úlceras. E quem tem contato prolongado com esse metal pode ter mau funcionamento do fígado, dos rins e do cérebro.

Imagine que, ao sair da sua casa, o lixo ainda passa pelas mãos de funcionários do prédio (se você morar em um), dos garis que trabalham nos caminhões de coleta e, muitas vezes, vai parar em lixões. Onde crianças, adultos, velhos e animais estão em busca de qualquer coisa que lhes sirva. Sem contar que os resíduos acabam chegando ao lençol freático e aos rios. Ou seja, se você descarta uma lâmpada do mesmo jeito que descarta restos de comida, coloca em perigo um monte de gente e a natureza.

Entendeu porque é tão importante entregar as lâmpadas – em especial as fluorescentes – para o descarte correto? Se você não conhece nenhum posto de coleta perto da sua casa, entre no site do eCycle e, entre os Postos de Reciclagem. Aí é só procurar por aqueles que recebem os diferentes tipos de lâmpadas.

A natureza, a humanidade e eu agradecemos.

Beijos,
Mica ♥

Imagem: Free Images/Mario Alberto Magallanes Trejo

Brinquedos: troque e doe Acumular menos é lição que se aprende desde pequeno

1
crianças brincando com brinquedos

Sempre é tempo de dar uma limpa em caixas e armários de brinquedos, mas principalmente na época do Dia das Crianças e do Natal. Que é quando os pequenos ganham um monte de presentes.

O mais importante é envolver seus filhos na seleção. Isso não apenas evita reclamações posteriores como ensina a tomar decisões e a pensar no próximo.

A triagem tem etapas simples:

  1. A criança pode começar selecionando brinquedos quebrados e jogos em que faltam peças. O destino será o lixo – reciclável ou não, dependendo da composição dos produtos. É importante lembrar que brinquedos costumam misturar uma grande variedade de materiais, por isso a sua reciclagem não é muito comum;
  2. Entre os itens em bom estado, peça a seu filho para separar aqueles com que ele não se diverte mais. Aparecerão aí os brinquedos que já passaram da idade e os que ficaram de lado porque um equivalente mais interessante entrou em cena.

Encerrada a triagem, os brinquedos que a criança não desejar mais têm dois caminhos pela frente: o da troca ou o da doação.

cartaz de feira de troca de brinquedos para crianças

Trocas

Não sei se você já percebeu, mas é cada vez mais comum a realização de feiras de trocas. E as de brinquedos e livros infantis estão entre elas. É uma forma sustentável de a criança se desfazer do que não tem mais serventia e de ganhar um carrinho ou uma boneca nova sem que os pais precisem gastar.

Para descobrir sites de trocas e feiras próximas de você, pesquise na internet. Foi assim que eu encontrei a Alana, uma ONG que promove eventos desse tipo desde 2012. A ONG disponibiliza um guia online com todas as instruções para quem quiser organizar uma feira de troca de brinquedos. Algo que qualquer cidadão pode fazer, como eles explicam no material.

feira de trocar brinquedos

Doação

Nem todo mundo fica à vontade de doar coisas usadas para pessoas próximas. Se esse for o seu caso e você não souber que instituições aceitam brinquedos e jogos, entre no site do eCycle e, na busca, digite seu CEP. Você terá acesso a uma lista de postos de recebimento de doações. Ali vão aparecer, também, alguns lugares que aceitam brinquedos para reciclagem. Para não perder a viagem em nenhuma das situações, telefone antes para a instituição e verifique se ela realmente aceita aquilo que você está doando ou descartando.

Na semana que vem eu dou ideias de como organizar os brinquedos que restarem após essa triagem, tá?

Beijo,
Mica ♥

Imagens: Divulgação Alana