Lâmpadas fluorescentes e termômetros: o que fazer quando eles quebram? Conheça todos os cuidados que você precisa tomar para não sofrer intoxicação por mercúrio.

0
lâmpada fluorescentes quebradas

Podem ser apenas umas gotículas de mercúrio, mas não se deixe enganar: mesmo em quantidades mínimas, esse metal é muito perigoso. Recentemente você viu aqui uma série de problemas de saúde causados pelo mercúrio que vai dentro das lâmpadas fluorescentes. Pois saiba que ele também está presente em boa parte dos termômetros de uso doméstico.

É por isso que, quando esses produtos se quebram, a gente precisa seguir um passo a passo de procedimentos para garantir a nossa própria segurança e a de todo mundo. Vamos ver quais são?

  1. Retire crianças e animais do ambiente.
  2. Feche portas e janelas para evitar que o vento espalhe o mercúrio.
  3. Permaneça fora do ambiente por uns 15 minutos e então retorne vestindo máscara cirúrgica e luvas.
  4. Se tiver uma seringa, sem agulha, use-a para recolher o mercúrio, já que em temperatura ambiente ele é líquido. Na falta da seringa, use um papel firme – como o papel cartão. Com uma fita adesiva você elimina as gotículas restantes.
  5. Disponha o mercúrio em um potinho plástico com água para evitar a evaporação do metal. Lacre o potinho.
  6. Retire os cacos com todo o cuidado, colocando-os em um saco plástico grosso.
  7. Utilize fita adesiva ou papel toalha umedecido para recolher os pedacinhos menores e o pó de vidro. Descarte-os no mesmo saco plástico e lacre. 
  8. Utilize água sanitária e água para limpar bem o local.
  9. Se a lâmpada ou o termômetro tiver se quebrado sobre uma roupa ou qualquer outra peça que tenha contato direto com a pele, você precisará se desfazer desse item, colocando-o em outro saco plástico bem fechado. Atenção: não adianta nada lavar a roupa.
  10. Todo os acessórios que tiverem entrado em contato com o mercúrio devem ser reunidos em um saco plástico: panos de limpeza, luvas, máscara etc.
  11. Lave bem as mãos com sabão neutro e água corrente.
  12. Pote e sacos com os resíduos devem ser etiquetados, informando que o conteúdo é tóxico e inclui mercúrio.
  13. Deixe o ambiente ventilar por pelo menos 24 horas.
  14. Leve essas embalagens até um posto de coleta especializada. Você encontra o endereço mais próximo no site do eCycle.

Não use

Aspirador de pó nem vassoura para recolher os cacos de vidro, pois você contaminará seus utensílios. O mesmo acontece se utilizar a lavadora de roupas para tentar eliminar – sempre sem sucesso – o mercúrio de roupas e panos.

Agora que você já sabe o que fazer em caso de uma lâmpada fluorescente ou um termômetro se quebrar, compartilhe essas orientações com a sua família e os amigos.

Beijos,
Mica ♥

Limpeza: kit básico de produtos e dicas práticas O post de hoje é para marinheiros de primeira viagem e também para quem já tem alguma experiência na faxina da casa!

0
pessoa segurando o kit de limpeza

Mesmo que você não curta muito a ideia de colocar as próprias mãozinhas na massa e prefira pagar uma faxineira, não dá para simplesmente fingir que o assunto limpeza não existe. Por isso eu preparei este post. Digamos que aqui você encontra o mínimo – e um pouquinho mais! – que precisa conhecer a respeito.

E o primeiro passo é saber que produtos comprar, já que as prateleiras de materiais de limpeza nos supermercados parecem não ter fim.

Com a cesta básica que eu indico aqui, juro que você resolve a limpeza rotineira sem nenhuma dificuldade. Você vai precisar de:

  • Detergente neutro;
  • Desinfetante;
  •  Desengordurante;
  •  Tira-limo;
  •  Produto multiuso;
  •  Panos de microfibra: eles são melhores porque não soltam fiapos como o algodão;
  •  Escovas;
  •  Baldes;
  •  Vassoura de pelo e vassoura de cerdas duras;
  •  Luvas.

Esses são os produtos que eu não dispenso, mas sei bem que tem gente que não vive sem água sanitária, não é, não? Ou sem limpa-vidros, lustra-móveis… Por isso fique à vontade para acrescentar ou retirar itens do kit conforme as suas preferências.

Algumas dicas vão facilitar o trabalho e garantir que a limpeza seja mais eficiente.

  1. Reserve um balde para guardar os produtos em uso. Assim, na hora da faxina, é só carregá-lo pela casa e você terá tudo de que precisa à mão.
  2. Separe um pano somente para o banheiro. Sabe por quê? Porque as bactérias que habitam esse ambiente são exclusivas dele e você não vai querer levá-las para o restante da casa, vai?
  3. Ter panos de diferentes cores ajuda a saber qual usar em que situação. Mas nada impede que sejam todos iguais e você os identifique escrevendo a função a caneta. Em áreas onde se aplicam produtos à base de cloro, como a água sanitária, é melhor ficar com um pano branco.
  4. Por uma questão de higiene, balde para limpeza é um e balde para lavar roupas é outro. Identifique cada um com etiquetas e ninguém ficará confuso.
  5. Não guarde materiais de limpeza junto de alimentos.
  6. Preste atenção às datas de validade e sempre ponha em uso os produtos mais próximos do vencimento.

E aí, bora botar tudo em prática? Me conta nos comentários o que você achou!

Beijos,
Mica!

Imagem: iStock