7 Truques na hora de colocar os quadros Com as dicas de hoje, você nem martela o dedo, nem fura a parede no lugar errado

0
quadros na parede

Olha, não consigo imaginar minha casa sem quadros! Eles ajudam a dar personalidade aos ambientes, do mesmo modo que brincos, anéis e outros acessórios compõem o look do dia.

Escolher telas, fotos e pôsteres para montar a própria coleção é a parte mais gostosa — já dei algumas dicas a respeito aqui. Depois vem aquele momento que, para muita gente, é um desafio: pendurar os quadros. Se esse é o seu caso, não tema: com os macetes a seguir, você vai tirar de letra!

Cuidado com canos e conduítes

O primeiro passo é… descobrir se você pode furar a parede! Sim, porque se acertar um cano ou conduíte, é desastre na certa. Caso não tenha como consultar as plantas de hidráulica e elétrica da sua casa ou apê, valha-se do bom senso e não toque em paredes onde haja torneiras ou qualquer outro tipo de saída de água.

A parede aguenta?

Pode ser que suas paredes sejam de gesso acartonado (ou drywall) e, nesse caso, é preciso usar brocas e buchas específicas para o material. E nada de pendurar quadros gigantes e com vidro, pesando mais de 10 kg, sem alinhá-los com os perfis metálicos no interior das divisórias.

Buchas Ideais para Drywall

Caso as paredes tenham sido construídas com blocos estruturais, método cada vez mais utilizado, muita gente diz por aí que não se pode furar de jeito nenhum, mas isso não é verdade. Quem garante é um especialista em alvenaria estrutural, o engenheiro Arnaldo Wendler. Segundo ele, podem ser pendurados objetos de até 5 kg usando bucha e parafuso. Mas, se o quadro for muito levinho e você preferir apenas pregos, eles precisam ser de aço.

Colocação sem furos

adesivos para quadros

Se você não puder ou não quiser sair esburacando as paredes – às vezes dá uma peninha, eu sei –, nem tudo está perdido! Há muitas opções de produtos adesivos que podem fixar as telas: fita dupla face com espuma (também conhecida como fita banana), velcro, fecho metálico e até massinha. O que você precisa é verificar se o material suporta o peso do quadro – essa informação consta nas próprias embalagens.

Distribuição

prateleira Brisa grande

Depois, é hora de definir a quantidade e a localização das telas, o que depende das preferências de cada um, claro. Mas é bacana buscar o equilíbrio em relação ao espaço e aos elementos ao redor. Concentrar um arranjo com vários exemplares em um cantinho pode deixar o visual carregado, assim como um pequeno e solitário quadro junto ao sofá tende a parecer perdido.

Aliás, na parede do sofá, os quadros mais baixos — ou a canaleta onde ele serão apenas apoiados — devem ficar a pelo menos 30 cm do encosto do móvel, para que ninguém bata a cabeça ao se sentar.

Fora isso, a única regra é seguir seu próprio gosto. Opte por uma composição mais tradicional, totalmente simétrica, ou despojada, com peças de tamanhos e formatos diferentes, dispostas de um jeito mais solto.

Moldes

moldes quadros

Seja como for, a dica é usar moldes para visualizar como o arranjo ficará. É só recortar pedaços de papel (kraft ou de presente) do tamanho das molduras e ir fixando-os na parede com fita crepe até encontrar uma composição que agrade.

Definidas as posições, marque onde serão feitos os furos. E, para garantir que os quadros fiquem retinhos, use um nível de bolha. Caso não tenha um em sua caixa de ferramentas, você pode baixar um aplicativo para celular com essa função. Tecnologia é tudo, não é mesmo?

Furo sem sujeira

filtro de café

Antes de apontar a furadeira, que tal evitar que o chão e as coisas ao redor se encham de pó? Basta lançar mão de um daqueles filtros de papel para coar café. Posicione-o logo abaixo do ponto que será furado e prenda a parte de trás com um pedaço de fita crepe. Abra o filtro e deixe que o pó vindo da furadeira caia diretamente dentro dele. A sujeira será infinitamente menor!

Furo sem dor

Ao usar pregos, há duas técnicas infalíveis para não martelar o dedo: segure o prego com um pregador de roupa ou entre os dentes de um pente, como mostro neste vídeo. 

E aí, vai deixar essas paredes vazias?

Beijão,

Mica ♥

Fotos: Arquiteta Cristiane Dilly, Blog do Gesseiro, Cristiane Teixeira, Meu Móvel de Madeira e My Wall of Life