Por que trocar de travesseiro? Modelos com mais de dois anos de uso aumentam o risco para alergias, dores de cabeça, torcicolos e problemas respiratórios

0
maos colocando um travesseiro na cama

Faça um esforço de memória e tente lembrar quando foi a última vez que trocou seu travesseiro. Se você não consegue se recordar, é bem possível que esteja na hora de ir às compras. Dependendo do material utilizado na fabricação, os modelos duram de 2 a 4 anos, segundo os fabricantes. Mas os médicos recomendam a substituição anual ou no máximo a cada dois anos, principalmente por uma questão de higiene.  

Com o uso, é natural que os travesseiros se transformem em residência permanente de ácaros, fungos e bactérias, que podem causar alergias e outras doenças. Assim como os ursinho de pelúcia, do qual já falamos aqui.  Além disso, o material cede, não mais oferecendo a mesma sustentação e o mesmo conforto iniciais.

Eu fiquei espantada ao saber sobre o acúmulo de ácaros. Vi vários números, nem todos coincidentes. Mas, na menos nojenta das hipóteses, pesquisadores concluíram que, após dois anos de uso, pelo menos 25% do peso de um travesseiro comum (sem nenhuma proteção antiácaro) corresponde a ácaros mortos e vivos, além das fezes deixadas por eles. Fora a saliva, o suor e os resquícios de pele que nós naturalmente deixamos para trás a cada noite de sono. Horror total!

Apesar de alguns modelos serem laváveis, lavar os travesseiros não adianta nada se eles não secarem muito, mas muito, muito bem mesmo. Se lá no meio da peça restar um pouquinho que seja de umidade – mesmo que imperceptível para você –, os ácaros irão se proliferar ainda mais. É por isso que, se o material permitir lavagem, é melhor entregar o serviço a uma lavanderia. E não adianta nada recorrer ao santo poder bactericida do sol, porque ele só atinge a superfície do travesseiro e não é nela que esses bichinhos nojentos se abrigam.  

Olha, agora que você sabe que travesseiro bom é travesseiro novo, leia o post que explica as diferenças entre os materiais e substitua o seu e os da sua família.

Beijos,
Mica ♥

Imagem: DoroO/iStock