Como organizar as roupas de cama? Padronize as dobras e monte conjuntos ao guardar lençóis e toalhas

Não é só pela estética que a gente deve organizar o armário onde ficam as roupas de cama e de banho: isso ajuda à beça ao pegar as peças que serão usadas na semana, principalmente quando a família é grande. E ainda facilita o rodízio dos itens, garantindo que todos sejam usados com frequência.

“Mas, Mica, que vantagem a gente ganha com esse rodízio?”

No mínimo, duas: uma toalha não se desgasta mais que as outras do mesmo conjunto, por exemplo. Nem um lençol resta esquecido no fundo da prateleira tomando pó e adquirindo cheiro de guardado.

Reúna os jogos de lençóis e de toalhas e separe as peças avulsas. Observe o espaço disponível para a rouparia e então veja qual o padrão de dobra que melhor se adaptará a ele. É importante lembrar que não existe dobra certa, tá?

Se você dobrar os conjuntos em um só volume, na hora do uso bastará puxar cada um deles.

Outra opção bem prática, no caso dos lençóis, é guardar o jogo dentro de uma das fronhas.

Caso o armário não conte com prateleiras adequadas a essa forma de organização, eu tenho outra sugestão: manter as roupas de cama e de banho dentro daqueles packs com zíper. Prefira os de TNT, pois eles não impedem a circulação de ar, como os de plástico. Vale, ainda, usar caixas estruturadas de TNT com tampa. Para preservar a ordem, você pode etiquetar cada prateleira ou caixa – assim todos na família e eventuais funcionários da casa seguem os mesmos critérios de organização.

Então, me diga: de quantos minutos você precisa para ter uma rouparia digna de revista de decoração? 😉

Beijos,
Mica ♥

 

Deixe seu comentário