Edredons e cobertores: de volta para o armário! Conforme a primavera avança, mais longe a gente quer ver esses itens tanto nos aqueceram meses antes.

0
edredons e cobertores dobrados

Em alguns lugares do país, o calor já é de verão. Ah, que delícia dormir só de lençol ou com uma colcha leve!

Esse é o momento em que cobertores e edredons deixam a cama em direção aos armários, certo? Certo. Mas antes de descansarem após bons serviços prestados durante o outono e o inverno, essas peças precisam ser lavadas. De preferência em lavanderias, para secarem 100% – qualquer umidade que reste pode causar mau cheiro e mofo.

Para guardar edredons e cobertores, minha dica é usar aqueles sacos a vácuo, que reduzem até três vezes o volume original. Assim você não esgota o espaço de armazenagem com uns poucos itens. E ainda os mantém a salvo de ácaros, poeira e umidade.

edredons e cobertores embalados a vacuo

Já as colchas que não forem necessárias podem ser preservadas do pó e da umidade em embalagens de TNT. Dê preferência para aquelas com visor, que facilitam a identificação do conteúdo.

Ao dispor esses pacotes no armário ou na rouparia, escolha as prateleiras mais altas. Primeiro porque são menos propensas à umidade. Depois, por uma razão que eu sempre lembro: as áreas mais acessíveis devem conter as coisas que a gente utiliza com mais frequência. E se você não vai precisar dos edredons tão cedo, por que guardá-los em local nobre?

Até a semana que vem!

Como limpar o notebook? Ei, você tem dado atenção à higienização desse equipamento tão importante?

0
limpando o teclado do computador com pincel

Eu vivo falando sobre a organização do home office e do canto de estudo. Mas, você vai concordar comigo: limpar o seu instrumento de trabalho é igualmente fundamental, né não? A gente faz faxina na casa inteira, em cada cantinho e cada móvel, e esquece do notebook, que passeia por tudo quanto é lugar, e também fica sujo.

Então hoje é dia de dar um trato nele! Mas com muita delicadeza em todas as etapas, hein?

Como limpar o notebook?

Você vai precisar de:

– 2 panos de microfibra;
– 1 pincel com cerdas macias;
– cotonetes;
– álcool isopropílico

  1. Para começar, desligue o aparelho, tire-o da tomada, retire a bateria e todos os dispositivos removíveis, como cartões de memória e cabos;
  2. Limpe primeiro a parte externa, passando um pano seco por cima e por baixo com movimentos delicados;
  3. Parta para as conexões e saídas de ar. Pincele o exterior de cada entrada, cuidando para que as cerdas não se aprofundem. Se for preciso, complete com um cotonete seco, também só externamente;
  4. Abra o notebook e limpe o touchpad com um pano seco;
  5. O teclado exige mais atenção. Pois o pó e migalhas de alimentos alojam-se entre as teclas. Atenção: nunca use aspirador de pó comum, já que ele pode sugar teclas gastas. Se você tiver um modelo apropriado para notebooks, ótimo. Do contrário, passe o pincel de modo suave e vá removendo a sujeira com um cotonete. Finalize com um pano seco;
  6. Tela: pode não parecer, mas ela é bastante sensível. Ao limpar, aplique um pano seco. Se o resultado não for bom, complemente com um pano levemente umedecido em álcool isopropílico – que é bem diferente do álcool comum. Ou naquelas soluções de limpeza específicas para telas de LCD e LED.

Pronto, acabou!

Eu acrescento duas dicas para o dia a dia: evite colocar o dedo na tela para não deixá-la engordurada e mantenha seu notebook fechado quando ele não estiver em uso. Parece bobagem, mas esses cuidados ajudam a preservá-lo em bom estado por mais tempo.

Até o próximo post!

Beijos,
Mica ♥

 

 

Lâmpadas fluorescentes e termômetros: o que fazer quando eles quebram? Conheça todos os cuidados que você precisa tomar para não sofrer intoxicação por mercúrio.

0
lâmpada fluorescentes quebradas

Podem ser apenas umas gotículas de mercúrio, mas não se deixe enganar: mesmo em quantidades mínimas, esse metal é muito perigoso. Recentemente você viu aqui uma série de problemas de saúde causados pelo mercúrio que vai dentro das lâmpadas fluorescentes. Pois saiba que ele também está presente em boa parte dos termômetros de uso doméstico.

É por isso que, quando esses produtos se quebram, a gente precisa seguir um passo a passo de procedimentos para garantir a nossa própria segurança e a de todo mundo. Vamos ver quais são?

  1. Retire crianças e animais do ambiente.
  2. Feche portas e janelas para evitar que o vento espalhe o mercúrio.
  3. Permaneça fora do ambiente por uns 15 minutos e então retorne vestindo máscara cirúrgica e luvas.
  4. Se tiver uma seringa, sem agulha, use-a para recolher o mercúrio, já que em temperatura ambiente ele é líquido. Na falta da seringa, use um papel firme – como o papel cartão. Com uma fita adesiva você elimina as gotículas restantes.
  5. Disponha o mercúrio em um potinho plástico com água para evitar a evaporação do metal. Lacre o potinho.
  6. Retire os cacos com todo o cuidado, colocando-os em um saco plástico grosso.
  7. Utilize fita adesiva ou papel toalha umedecido para recolher os pedacinhos menores e o pó de vidro. Descarte-os no mesmo saco plástico e lacre. 
  8. Utilize água sanitária e água para limpar bem o local.
  9. Se a lâmpada ou o termômetro tiver se quebrado sobre uma roupa ou qualquer outra peça que tenha contato direto com a pele, você precisará se desfazer desse item, colocando-o em outro saco plástico bem fechado. Atenção: não adianta nada lavar a roupa.
  10. Todo os acessórios que tiverem entrado em contato com o mercúrio devem ser reunidos em um saco plástico: panos de limpeza, luvas, máscara etc.
  11. Lave bem as mãos com sabão neutro e água corrente.
  12. Pote e sacos com os resíduos devem ser etiquetados, informando que o conteúdo é tóxico e inclui mercúrio.
  13. Deixe o ambiente ventilar por pelo menos 24 horas.
  14. Leve essas embalagens até um posto de coleta especializada. Você encontra o endereço mais próximo no site do eCycle.

Não use

Aspirador de pó nem vassoura para recolher os cacos de vidro, pois você contaminará seus utensílios. O mesmo acontece se utilizar a lavadora de roupas para tentar eliminar – sempre sem sucesso – o mercúrio de roupas e panos.

Agora que você já sabe o que fazer em caso de uma lâmpada fluorescente ou um termômetro se quebrar, compartilhe essas orientações com a sua família e os amigos.

Beijos,
Mica ♥

Como fazer o descarte de lâmpadas? Lâmpada não combina com lixo comum, quando ela queima ou quebra, entregue-a em postos de coleta especializada.

1
lampadas

A gente já aprendeu o lugar certo de descarte dos remédios, então, no post de hoje, eu ensino os cuidados que você deve ter ao descartar as lâmpadas em casa. Vem comigo!

Provocar cortes em quem as manuseia é só um dos problemas que as lâmpadas oferecem quando são jogadas no lixo comum. Se forem do tipo fluorescente, ainda existe o risco de contaminação por mercúrio e chumbo. Metais tóxicos que vão no interior desses produtos.

Inalado ou em contato com a pele, o mercúrio pode causar muito mal. São tremores, náuseas, dores de cabeça, delírios, perda de reflexos, coceira, vermelhidão e outros sintomas. Se for ingerido, pode levar a úlceras. E quem tem contato prolongado com esse metal pode ter mau funcionamento do fígado, dos rins e do cérebro.

Imagine que, ao sair da sua casa, o lixo ainda passa pelas mãos de funcionários do prédio (se você morar em um), dos garis que trabalham nos caminhões de coleta e, muitas vezes, vai parar em lixões. Onde crianças, adultos, velhos e animais estão em busca de qualquer coisa que lhes sirva. Sem contar que os resíduos acabam chegando ao lençol freático e aos rios. Ou seja, se você descarta uma lâmpada do mesmo jeito que descarta restos de comida, coloca em perigo um monte de gente e a natureza.

Entendeu porque é tão importante entregar as lâmpadas – em especial as fluorescentes – para o descarte correto? Se você não conhece nenhum posto de coleta perto da sua casa, entre no site do eCycle e, entre os Postos de Reciclagem. Aí é só procurar por aqueles que recebem os diferentes tipos de lâmpadas.

A natureza, a humanidade e eu agradecemos.

Beijos,
Mica ♥

Imagem: Free Images/Mario Alberto Magallanes Trejo