mulher cortando legumes com facas

Aprenda a usar as facas Você sabe como utilizá-las para que elas durem muito? Não?! Então, este post é para você!

Tábuas de vidro são fáceis de lavar e não ficam com cheiro. Mas têm um grande defeito: acabam com o fio das facas. Por isso, a fim de preservar suas grandes aliadas na cozinha, prefira as tábuas de madeira, bambu ou polietileno. Como são mais macias que o material das facas (inox, aço carbono ou cerâmica), elas é que vão levar a pior na hora de se fatiar qualquer coisa.

E agora você já deve ter adivinhado o que mais não deve fazer, né? Isso mesmo: está proibido cortar ingredientes diretamente sobre a bancada de mármore ou granito! E se ela for de aço, também, pois logo a superfície ficará cheia de horríveis arranhões.

mulher cortando legumes com facas

Foto: CentrallTAlliance/iStock – 166427858

Outro cuidado elementar, meu caro Watson, é escolher facas apropriadas para cada função: você vai acabar estragando a sua faca de sashimi se usá-la para cortar uma carne com osso.

Básico, também, é lavar as facas logo após o uso, esfregando-as com o lado macio da esponja para não arranhar a lâmina nem prejudicar o corte. Seque-as em seguida para impedir manchas e, no caso específico das facas fabricadas em aço carbono, oxidação. Os modelos de cerâmica não oferecem essas desvantagens, mas, por outro lado, sendo pouco flexíveis, quebram mais facilmente.

homem afiando faca

Foto: FotoCuisinette/iStock – 637145156

Em um post anterior, eu já expliquei que a durabilidade do fio das facas depende bastante de como elas são guardadas. Mas, mais cedo ou mais tarde, elas precisarão ser afiadas, e aí você pode usar o método que preferir: pedras para amolar, afiadores (manual ou elétrico) ou chairas – aquele bastão metálico que os churrasqueiros sempre usam. Seja qual for a ferramenta eleita, tome muito cuidado para não se cortar nem durante o processo nem depois, quando sua faca estiver tinindo de afiada!

E por hoje eu encerro o assunto. Até o próximo post!

Beijos,
Mica ♥

Deixe seu comentário